Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nuvens de Reflexões

Devaneios de uma ítalo-luso-brasileira

Nuvens de Reflexões

Devaneios de uma ítalo-luso-brasileira

Homens não amam

Diana Marcatto, 15.07.21

Homens não amam, só desejam.

Escutei essa frase hoje no seriado da Netflix: A cozinheira de Castamar.

E acho que tem muita verdade nisso. Homens são muito centrados em si mesmo e no que desejam… e o amor exige doação. Doar-se ao outro. Talvez esse egocentrismo masculino os impeça de doar-se… de amar.

Ao menos, em geral é isso que vejo. Homens buscando mais poder para si, seja financeiro ou intelectual. Gastando seu tempo consigo mesmo. Desejando continuamente sempre algo novo para si… deixando de lado o velho ou antigo, o que já foi conquistado. Seu tempo é dedicado a si mesmo e seus objetivos pessoais. Ou então negociado para com outro alguém.... mas veja bem é um tempo negociado... pois seu real desejo era focar apenas em si mesmo.

Compartilhar senhas

Diana Marcatto, 13.07.21

"Um elogio idealizado ao acesso a quase todos os aspectos da vida do outro [...] um elogio despreocupado à abertura total entre casais. Uma defesa de que, no amor, ou pelo menos no amor vivido pelo autor, não há a necessidade de se esconder nada, de que a privacidade é mais um capricho do que um direito.” ― Jornal do Commercio (JC)"

5268A9CD-383E-4B2F-8943-5BB62134F83E.jpeg

 

 

 

 

 

Prioridades

Diana Marcatto, 11.07.21

Quando foi que ensinamos as pessoas a priorizar mais a carreira, o trabalho , o hobby, o prazer individual e etc… ao invés dos prazeres e da riqueza das relações humanas… ou com outros seres vivos.

Quando foi que ensinamos o homem a amar e priorizar seus pequenos desejos imediatos…  a só fazer e seguir o seu querer … ao invés de doar e receber a troca de emoções com toda sua infinita riqueza através das relações interpessoais ? Ou deixar seu pequenos prazeres imediatos de lado por um objetivo maior...

Quando foi que nos perdemos nesse mar de hedonismo e individualismo ?

Silêncio

Diana Marcatto, 28.06.21

Acho que tem se tornado cada vez mais um bem precioso em minha vida.

Há quanto tempo você não escuta o som do silêncio ? O absoluto e maravilhoso nada ...

Acho que para mim já faz algum bom tempo. É música do vizinho, cachorro, máquinas de obra ...

Só consigo encontrá-lo de novo nas manhãs... mas bem cedinho....

Por que até de noite é som de carros, motos e ônibus ...

Vários gatilhos para uma boa enxaqueca.

Inversão de profissões

Diana Marcatto, 02.06.21

Percebo que a alta demanda por profissionais de TI, está criando um novo perfil de "prostituição".

Vendem-se horas incontáveis de trabalho.. 12hs, 16hs por dia! Em troca de alguns bons euros. 
É o novo garoto de programa: analista de sistema. 

E muitos se submetem desde que lhe pagem bem. Vendem a mente, os dedos e o tempo ... deixando de lado a vida fora do computador, sua vida pessoal e tudo que nela contém.

Se dirigir ...

Diana Marcatto, 31.05.21

... Não use o celular!

deveriam criar um alerta desse para o novo comportamento das pessoas.

Hoje mesmo ao caminhar pela calçada quase foi "atropelada" por 3 pessoas que andavam e mexiam no celular simultaneamente.

"Se caminhar, não use o celular"

Aos revolucionários

Diana Marcatto, 28.05.21

Por mais revolucionários no mundo... por mais pessoas que não se conformam com as coisas, e se dedicam a mudar padrões ruins pré estabelecidos. Viva ao movimento das sufragistas, viva as mulheres que lutaram e deixaram de lado a conformidade em suas vidas. Um brinde as pessoas que ousam e acreditam que as coisas na vida podem ser diferentes!
Se hoje podemos votar, estar em profissões ditas “masculinas”, dirijir, viajar e muito mais ... é graças a essas mulheres, inconformadas com suas vidas e que lutaram pela quebra de padrões, enfrentando os maus olhos de homens e mulheres de sua época que eram contra essas “revoluções”.

2386C85A-4FA2-4551-ADE8-908B000D1FF7.jpeg

 

 

O bem mais precioso

Diana Marcatto, 28.05.21

É impressionante o que as pessoas são capazes de fazer por um montante de dinheiro. Vendem o tempo, vendem a alma, vendem a saúde, vendem a família... e depois tentam recomprar com o dinheiro o que não é comprável.

E justificam suas ações como: "não há saída", "não vejo escolha"... e se afundam no poço de convicções infundadas apenas para não admitir seu comodismo. Para não sair de sua zona de conforto. 
O tempo é o bem mais precioso que temos nessa vida. Lute para que sobre algo dele para você e aquilo que importa de verdade sua saúde e as pessoas que ama. Não permita que o medo da mudança o deixe estagnado em uma vida profissional que só lhe trás dinheiro, mas consome seu tempo de modo que nada mais lhe reste. Lute ! Planeje, mude. Só não fique parado. 

De cliques a cliques

Diana Marcatto, 26.05.21

Diário #milésimo dia do sexúlo XXI


Estamos a viver em uma grande futilidade ... de cliques a cliques a definir carisma. O vazio, o individualismo e a solidão impregna nosso ar. O egocentrismo continua a crescer e as relações presenciais a morrer.

As histórias agora são escritas em um app de imagens sintéticas. E muitos estão a consumir e alimentar esses dados na esperança de ser a próxima popstar.

B06689CB-BF3C-4CA9-83AD-C528594FBE3F.jpeg